top of page

Vencedor de Gramado, "Noites Alienígenas" estreia nos cinemas em 30 de março



Em sua estreia mundial no Festival de Gramado, Noites Alienígenas, de Sérgio de Carvalho, fez história. O filme se tornou o primeiro longa do Acre a ser premiado no evento, levando os Kikitos de Melhor Filme, Ator (Gabriel Knoxx), Atriz Coadjuvante (Joana Gatis), Ator Coadjuvante (Chico Diaz), Menção Honrosa ao ator Adanilo Reis, e o prêmio do Júri da Crítica. Com produção da Saci Filmes, Noites Alienígenas chega aos cinemas em 30 de março com distribuição da Vitrine Filmes. No Acre, o longa será lançado uma semana antes, no dia 23 de março.


O roteiro, assinado por Carvalho, Camilo Cavalcante e Rodolfo Minari, parte de um livro homônimo escrito pelo diretor. Mas, como ele mesmo deixa claro, livro e filme são coisas distintas. “A gente fez uma adaptação da linguagem literária para a linguagem cinematográfica em um outro ponto que é importante também colocar, porque tanto o livro quanto o filme fala de uma periferia amazônica.”


O filme retrata o lado urbano da cidade de Rio Branco, trazendo personagens cujas vidas são marcadas pela mudança da rota do tráfico que começa a passar pela região. “Hoje essas organizações criminosas são muito presentes. A gente sentiu que isso também era importante. Era importante trazer para o presente e para o contemporâneo o roteiro, que, em cinco anos, entre o livro e o filme, mudou radicalmente. Ali é o cenário que a história se passa.”


Fazer o primeiro longa na região foi um desafio para Carvalho. O diretor nasceu no Rio, mas foi radicado no Acre, onde fundou sua produtora, a Saci Filmes. “Tivemos de encontrar um modelo de produção com profissionais muito profissionais de todo o Brasil, mas que fosse adequado para o tamanho de orçamento que a gente tinha.


O cineasta também destaca que, ao situar a trama numa Amazônia urbana, o filme apresenta um lado da região pouco mostrado no cinema. “A gente conhece tão pouco e fala tão pouco dessa Amazônia urbana que também é completamente ligada à Amazônia das florestas, e que tem uma riqueza de culturas muito grande.”


Uma das questões centrais em Noites Alienígenas é a identidade brasileira. “É uma grande pauta que o Brasil vive hoje, de reafirmação de suas culturas originárias, de seus povos tradicionais. E o filme também trata essa questão da negação da identidade por meio do personagem do Paulo. Então, acho que o Brasil é o maior dos alienígenas. Ele acaba sendo o reflexo dessa sociedade brasileira em plena transformação.”


Noites Alienígenas será distribuído pela Vitrine Filmes.


Sinopse


Noites Alienígenas aborda o confronto entre cidade e floresta. Onde as duas se encontram, se confundem e se distanciam. O filme fala de resistência, esperança e juventude com um toque de realismo mágico ao abordar o universo da cultura periférica de Rio Branco, cidade amazônica.

10 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page