"A Filha Perdida" (2021)



O filme acompanha Leda (Olívia Colman), uma mulher solitária e silenciosa que aproveita suas férias na Grécia até ter seu espaço invadido por uma família espaçosa e barulhenta.


O roteiro é uma adaptação do livro de mesmo nome de Elena Ferrante e traz como principal ponto o tema maternidade. Roteiro, aliás, adaptado por Maggie Gyllenhaal que também dirige o longa-metragem.


Elogiar o trabalho de Colman é redundante, porém, sempre necessário. No filme, a atriz entrega uma performance muito focada em seu olhar e expressões faciais. Dessa forma, Gyllenhaal usa e abusa de planos fechados para registrar esses momentos. Compreendo o motivo da escolha, mas gostaria de ter visto planos mais abertos e elaborados. No quesito atuação, Jessie Buckley - que interpreta uma versão mais jovem de Leda - e Dakota Johnson também merecem elogios.


O filme traz muito momentos tensos e intrigantes, conseguindo manter a atenção do espectador por meio de inúmeras ameaças passivas entre os personagens.


🎥 Por que assistir? Disponível na Netflix, "A Filha Perdida" traz ótimas atuações e personagens, uma promissora estreia na direção de Maggie Gyllenhaal e o intrigante texto de Elena Ferrante.


🎞 Parte Favorita: A cena na loja de brinquedos é intimidante e desconfortante. Como sempre, Olivia Colman dá um show!


👑 Melhor Performance: Olivia Colman


🎭 Melhor Personagem: Nina



Já assistiu ao filme? Comenta aqui embaixo o que achou! 🍿

1 visualização0 comentário